Anexo – Análise SWOT da área

Pontos Fortes Pontos Fracos
  • Ligações nacionais e internacionais dos investigadores
  • Promoção institucional da formação pós-graduada
  • Existência de formação graduada e pós-graduada reconhecida e avaliada
  • Existência de Centros de Investigação avaliados internacionalmente e com
    áreas de excelência
  • Disponibilização de bases de dados nacionais e internacionais
  • Idade média dos potenciais investigadores
  • Integração dos Cuidados de Saúde (primários e hospitalares)
  • Informatização dos registos em saúde
  • Capital intelectual e humano diversificado
  • Meios técnicos diferenciados
  • Índice motivacional reduzido
  • Ausência de gabinete de gestão de competências e de Talento
  • Inexistência de uma ligação eficaz e consistente com um Centro Académico
  • Redução do tempo para autoformação e investigação
  • Modelos de gestão consumidores de tempo útil
  • Fraca recompensa académica
  • Ausência de unidades de suporte à investigação clínica
  • Recursos limitados, em termos de equipamentos avançados para a
    caracterização de materiais e de estudos de interacção celular
  • Existência de uma grande diversificação de áreas de investigação sem massa crítica e autonomia científica, pouco competitivas internacionalmente e excessivamente dependentes das colaborações externas
Oportunidades Ameaças
  • Aumento da capacidade de participação em outros programas de
    financiamento nacionais e europeus (e.g. Horizonte 2020)
  • Possibilidade de estreitamento e criação de novas parcerias nacionais e
    internacionais
  • Desenvolvimento de parcerias com os Centros de Investigação sediados
    na Região
  • Reforço dos recursos humanos qualificados
  • Parcerias com empresas de biotecnologia e de nanotecnologia
  • Instalação/criação na região de um cluster de I&D&I na área da saúde
  • Ausência de uma política eficaz de investigação e desenvolvimento
    regional
  • Situação económico-financeira mundial fragilizada
  • Legislação ineficiente (Lei do Mecenato)
  • Fuga de investigadores (massa crítica)
  • Ultra-periferia

Deixe uma resposta

Top